Dono de sucessos como Bem Querer e Minha Menina, cantor fala de detalhes curiosos de sua trajetória no programa Pra Frente Sempre da TViG


Paulistano, do bairro do Ipiranga, oriundo de uma família operária dos anos setenta, Maurício Manieri dono de sucessos como Minha Menina e Bem Querer começou cedo o gosto pela música. Aos seis anos de idade já se destacava pelo talento e desenvoltura, tanto que o público lotava as audições da escola de música.

“Tive muita sorte, pois no bairro onde eu morava não era muito comum uma criança estudar piano, principalmente um menino. Meus colegas tiravam onda com a minha cara: ‘vai jogar bola’, ‘isso é coisa de menina’. Eu dizia que primeiro era o meu piano, depois a bola. Eu era um garoto muito introvertido e quando tinha aquelas apresentações de piano eu ia muito bem” comenta.

Terceiro de quatro filhos, a música estava no DNA da família. “Meu irmão trabalhava comigo, mas faleceu em 2004. Os outros dois também são músicos, mas trabalham com coisas separadas. O mais velho com engenharia e minha irmã é professora de música. Além disso, tem minha mulher que é filha de um cantor” diz.

Na adolescência, ele chegou a cursar Engenharia Química e trabalhar em uma multinacional, mas descobriu logo que aquela não seria a sua área. “Um dia o gerente da empresa me chamou para conversar, disse que eu não podia continuar na empresa, que eu tinha muito talento para música e devia investir nisso” diz.

Foi quando saiu de casa que algumas portas começaram a se abrir para o cantor. “Eu comecei a dar aulas de música e depois abri uma escolinha no ABC. O meu primeiro aluno me apresentou Dudu Marote que foi o responsável por eu entrar no meio artístico” lembra.

Em 1998, Maurício Manieri gravaria um álbum intitulado A Noite Inteira com a recém-criada Abril Music. Sucesso de vendas e crítica, duas músicas viriam a ser trilhas de novelas, Minha Menina da novela Andando nas Nuvens e Bem Querer da novela Vila Madalena, ambas da TV Globo, inclusive está última tem uma história curiosa.

“Um dia fui fazer um hoje no interior de São Paulo, aí eu tive um sonho com uma garota, tinha um romance. No dia seguinte fui para casa e compus a música Bem Querer. No primeiro dia que a música estreio na novela, meu irmão mandou uma mensagem pedindo para ligar para ele. Lembro que ele me disse que a música tocou inteira na abertura da novela. Em pouco tempo eu virei um artista famoso” conta.

Maurício Manieri ao lado da mulher Izabelle Stein e do filho
Divulgação
Maurício Manieri ao lado da mulher Izabelle Stein e do filho

Com aquele álbum, Maurício Manieri ganhou disco duplo de Platina por vendagem histórica de 500 mil copias, foi eleito artista revelação pelo prêmio Multishow, melhor cantor pelo Prêmio Kids Choice do canal Nickelodeon, entre outros prêmios.

Essa e muitas outras histórias podem ser lidas também no livro Jovem Coração que fala sobre a carreira promissora do cantor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.