Um dos maiores percussionistas do Brasil, Laércio da Costa entrou para o mundo da música ainda criança; empreendedor contou sua história à TV iG

Empreender fazendo aquilo que ama é o sonho de muitas pessoas e também a história da vida de um dos maiores percussionistas e produtores do Brasil. Laércio da Costa é um exemplo de que concretizar este desejo é possível. O convidado dessa semana do Pra Frente Sempre contou sobre sua trajetória e novos projetos no setor musical.

Leia também: Referência na maratona aquática, Samir Barel revela seu lado empreendedor

Laércio entrou para o universo musical  ainda criança quando acompanhava sua mãe nos ensaios da escola de samba Nenê de Vila Matilde. “Eu vi uma criança tocando um instrumento e também quis aprender. Comprei meus primeiros instrumentos juntando dinheiro com a venda de alumínio e fios de cobre que encontrava na rua” lembra. 

Numa dessas idas a escola de samba, conheceu a cantora Eliana de Lima que deu a ele a primeira oportunidade de realizar uma gravação. “Eu gravei o samba enredo que ela estava disputando na Nenê, isso eu tinha 13 anos. Gravei todos os instrumentos, sozinho. Foi o primeiro dinheiro que ganhei”, conta. Depois já começaria a acompanhar mestres do samba como Dona Ivone Lara, Arlindo Cruz, Jorge Aragão e outros.

Leia também: Rainha dos caminhoneiros, Sula Miranda fala sobre seus projetos à TV iG

Laércio da Costa trabalhou com grandes nomes da cena musical brasileira
Divulgação
Laércio da Costa trabalhou com grandes nomes da cena musical brasileira

Em 1996, realizou sua primeira incursão no segmento sertanejo gravando a dupla Leandro & Leonardo. “Na época gravei a música ‘Rumo a Goiânia’ que fez muito sucesso. Mas eu expandi meu reconhecimento mesmo como produtor quando trabalhei com a dupla Thaeme e Thiago. Introduzi no gênero sertanejo elementos do samba, axé, forró”, diz Laércio.

Com o início da carreira solo do cantor Alexandre Pires, Laércio foi convidado a fazer parte da turnê internacional dele, que rendeu ainda mais oportunidades de trabalho principalmente com artistas como Ricky Martin, Eroz Ramazzoti, entre outros.

Seu trabalho proporcionaria ainda uma indicação ao Grammy Latino, em 2013, de “Melhor Canção Brasileira” com o single “Vem me completar” da dupla Bruna & Keyla que teve a sua produção em parceria com Dudu Borges.

Leia também: Da agropecuária ao ramo imobiliário, Núbia Oliiver mostra suas multifacetas

“Eu realizei sonhos. Hoje estou produzindo a Gloria Stefan. Estou a um ano e meio produzindo ela. Além dela, estou me dedicando ao CD da Solange Almeida, ex-Aviões do Forró, e da rainha Roberta Miranda. Saber que ajudo as pessoas com a música é um orgulho para mim”, comemora o produtor musical.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.