Especialista em desenvolvimento humano e autora de best-seller, Heloísa Capelas, contou como sua vida foi transformada pelo Método Hoffman

De família simples, com pai vendedor de caminhão, mãe dona de casa e mais três irmãos, a especialista em desenvolvimento humano e escritora do best-seller "O Mapa da Felicidade", Heloísa Capelas, viveu uma infância pobre na periferia do bairro de São Miguel Paulista e encontrou no Autoconhecimento e no perdão a chave para felicidade.

Leia também: Ex-participante do Big Brother Brasil fala sobre seu lado empreendedor

Tudo começou pelo perdão, a palavra de ordem para que Heloísa Capelas fosse capaz de analisar seus primeiros anos de vida, desde a infância pobre na periferia em São Miguel Paulista, as constantes brigas dentro de casa, as mudanças de humor do pai e a frustração da mãe, com um olhar mais compreensivo.

Heloísa só conseguiu identificar que os comportamentos que mantinha na vida adulta eram reflexos de sua criação e ambiente no qual cresceu quando vivenciou o Processo Hoffman da Quadrinidade, aplicado no Brasil pelo então Instituto Thame, em São Paulo. "A experiência com o método foi um divisor de águas na minha vida", descreve Heloísa, que na época estava casada há 14 anos e já tinha suas duas filhas.

Antes do curso, Heloísa passava por momentos difíceis com sua primeira filha, Beatriz, que vivia episódios constantes de convulsão. À época, ela não sabia lidar com a situação e brigava com todos ao seu redor. "Briguei com meus pais, que só tentavam me ajudar, e com meu marido. Eu estava obcecada em dar uma vida normal para a Beatriz e acabei dando uma vida deficiente para a Estela. O Processo Hoffman me abriu os olhos. Precisava mudar a minha realidade", revelou.

"A primeira coisa que resolvi foi pedir demissão do banco em que trabalhava há anos porque sabia que aquela profissão meu pai tinha me induzido a ter", lembra. "Outra grande mudança foi perdoar a todos e a mim mesma, só assim pude assumir uma postura positiva a partir daquele momento", lembra.

Heloísa Capelas
Divulgação
Heloísa Capelas

Leia também: Empresa Café Santa Monica é pioneira na cultura do café gourmet no Brasil

As mudanças fizeram Heloísa procurar o Instituto Thame para auxiliar nos trabalhos administrativos e conhecer com maior profundidade o Método Hoffman. "Eu não concordava com a vida que eu tinha e quanto menos concordava minha autoestima baixava. Quando fiz o Processo, saí depois de setes dias sendo uma 'mulher que valia a pena'", diz.

O que é o Processo Hoffman?

Criado pelo norte-americano Bob Hoffman e levado a 14 países chegando a impactar mais de 100 mil alunos, o curso é reconhecido por grandes centros acadêmicos como as Universidades da Califórnia e de Harvard, ambas nos Estados Unidos. No Brasil, é ministrado pela especialista em desenvolvimento humano e diretora do Centro Hoffman, Heloísa Capelas.

O Processo Hoffman reúne conhecimentos das áreas de pedagogia, psicologia, psicanálise, neurologia, antropologia, entre outras, levando os participantes a identificar de modo profundo crenças limitantes e barreiras emocionais, para acessar potenciais de autodesenvolvimento nunca explorados.

Leia também: Laércio da Costa conta detalhes de seu empreendedorismo musical

"Essas crenças limitantes funcionam como verdades prontas que nos levam a comportamentos prejudiciais, mas quando a identificamos passamos a nos perceber por inteiro, com nossas qualidades e defeitos, e assim evoluímos positivamente no campo pessoal e profissional", explica a especialista. O treinamento é presencial e tem duração de sete dias.

Nesse período, os alunos ficam imersos, ou seja, sem qualquer contato com o mundo externo, justamente para descobrir a razão da existência de muitos obstáculos que os impede de ter controle e consciência emocional. A proposta é que cada um consiga se perceber por inteiro, com suas qualidades e defeitos, de forma a ganhar autonomia para se desfazer dessas mesmas crenças e comportamentos limitantes e, assim, transformar a própria vida tanto no campo pessoal, como no profissional.

Novo livro

A especialista em desenvolvimento humano, Heloísa Capelas, pretende lançar em maio o livro "Perdão, a revolução que falta – O ato de inteligência que vai curar a sua vida" que propõe ao leitor a superação de mágoas e o desejo de vingança em relação ao próximo – sentimentos negativos que só trazem sofrimento. A expectativa é que esse novo livro repita o sucesso do best-seller "O Mapa da Felicidade".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.