Carreira começou no Hip-Hop, mas trabalho com o Mamonas Assassinas foi o que permitiu contato do produtor com profissionais da TV e do rádio

Produtor, compositor e músico. São muitas as facetas do empresário Rick Bonadio, entrevistado do programa Pra Frente Sempre, da TV iG. Com grandes nomes da música brasileira em seu currículo, o nome de Bonadio está presente no cenário musical desde 1989. O empresário produziu bandas como Mamonas Assassinas, Charlie Brown Jr., além de gravar o primeiro disco de Hip-Hop no país.

Leia também: Autora de "O Mapa da Felicidade", Heloísa Capelas fala de sua história de vida

"Eu tinha um tio chamado Flávio que eu era fã. Ele tinha uma guitarra que eu sempre pegava para tocar", lembra Rick Bonadio . "Quando o baterista da banda dele faltava, eu também tocava. Então fui aprendendo e desenvolvendo o gosto musical. O curioso é que meu tio não virou músico". A primeira experiência do empresário na indústria fonográfica ocorreu com um disco de Hip-Hop.

"O primeiro disco de Hip Hop no Brasil é meu. Na época fizemos uma demo e mostramos para o Arnaldo Saccomani, que na época era diretor da rádio Jovem Pan. No outro dia, ele me ligou e disse que tinha adorado. Depois me chamou para ir na rádio e comecei a fazer umas vinhetas, arranjos", conta. Durante a gravação do disco, Bonadio aprendeu a mexer nos equipamentos e conseguiu criar contatos com pessoas do meio musical.

"Quando acabamos de gravar o disco, eu percebi que não era aquilo que eu queria. Minha vontade era ficar no estúdio para produzir músicas, foi aí que abri meu próprio estúdio", diz. Foi nesse momento que o empresário conheceu os integrantes do Utopia, banda que mais tarde se tornaria Mamonas Asssassinas. Antes, Bonadio já participado da produção de uma dupla de palhações chamada Atchim e Espirro e dos sertanejos Carreiro e Carreirinho.

Leia também: Ex-participante do Big Brother Brasil fala do seu lado empreendedor

"Mas o grande sucesso foi quando trabalhei os Mamonas. Nesse momento que conheci todas as pessoas importantes da TV, rádio", lembra. Anos depois , Bonadio trabalhou com outro grande sucesso, Charlie Brown Jr.. "No mesmo momento que eu conheci o Chorão [vocalista da banda], fui convidado por Aloysio Reis, que era vice-presidente de marketing da EMI, para ser diretor artístico de uma nova gravadora chamada Virgin Records Brasil. Aceitei e levei o Charlie Brown Jr. comigo".

Criada em 2010 por Rick Bonadio, a Midas Music pretende desenvolver e gerenciar a carreira de novos artistas
Divulgação
Criada em 2010 por Rick Bonadio, a Midas Music pretende desenvolver e gerenciar a carreira de novos artistas

Leia também: Empresa Café Santa Monica é pioneira na cultura do café gourmet no Brasil

Midas Music

Em 2010, Bonadio criou a Midas Music com o objetivo de desenvolver e gerenciar novos artistas. A gravadora trabalha com artistas de todos os estilos musicais e faz desde a coordenação de repertório, marketing e aprimoramento da identidade à mixagem e masterização. O estúdio de Rick Bonadio é um dos mais importantes da América Latina e coleciona diversos troféus do Grammy Latino, maior e mais prestigioso prêmio da indústria musical. "Hoje meu rendimento está muito bem distribuído entre a parte de produção, empresarial e artística".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.