Raquel revelou como sua vida pessoal e profissional mudou após a participação no reality show de gastronomia MasterChef Brasil

A convidada dessa semana do Pra Frente Sempre foi a ex-participante da terceira temporada do MasterChef Brasil, reality show de gastronomia da TV Bandeirantes, Raquel Novais, que falou sobre como surgiu o gosto pela gastronomia e seus novos projetos.

Leia também: Empresário musical Rick Bonadio lembra de trajetória no mercado fonográfico

Raquel apaixonou-se pela culinária ainda na infância. Influenciada pela avó e as experimentações do pai, ela aprendeu a fazer doces e compotas, além de ajudar na preparação dos almoços de domingo. “Para mim a culinária sempre esteve ligada à família. Minha avó, por exemplo, sempre foi muito inventiva na cozinha. Ela gostava de misturar doce com salgado”, lembra a ex MasterChef Brasil .

Através do trabalho na Câmara de Comércio Índia-Brasil, Raquel pode vivenciar e absorver a cultura de lugares como Estados Unidos, Índia, e aplicar na sua culinária. “Depois que voltei da Índia abri uma importadora de acessórios de moda. Fazia a terceirização das marcas. Fiquei com essa empresa durante sete anos. Sentia uma inquietação, faltava alguma coisa”, diz.

Era preciso investir no seu, até então hobby, a gastronomia. “Um dia eu tive uma inspiração, um instinto. Vou fazer inscrição no Masterchef, vai que eles me chamam. Eu já tinha assistido algumas temporadas e resolvi me inscrever. Meu objetivo primeiro era ter visibilidade para futuramente abrir meu negócio”, recorda.

Leia também: Idealizador do Setembro Verde alerta para a importância da doação de órgãos

Raquel Novais em participação no reality show de gastronomia Masterchef Brasil
Divulgação
Raquel Novais em participação no reality show de gastronomia Masterchef Brasil

A fama depois do programa mudou a sua relação com o público. “Ficar famosa da noite para o dia é muito estranho, a percepção muda. As pessoas não te percebem da mesma forma, nem as pessoas mais próximas. Aquilo que eu faço hoje acaba sendo exemplo, inspiração, para muitas pessoas”, comenta.

Com o sucesso, mesmo sem ter ganhado o reality show, vieram as oportunidade e empreendimentos. “Trabalho hoje com a vertente de cadering de buffet para eventos em geral e para aviação executiva que é um mercado de pouquíssimas empresas. Este último, especificamente, identifiquei que havia uma necessidade para serviços com melhores preços e de qualidade”, explica.

Leia também: Autora de "O Mapa da Felicidade", Heloísa Capelas fala de sua história de vida

Para quem é fã do MasterChef, Raquel desenvolveu também um produto pensando nesse público. “Não existem palestras com aquela dinâmica do MasterChef Brasil, de trazer as pessoas para cozinha, incentivar o gosto por preparar um prato. Cozinhar acaba integrando as pessoas. Elas interagem mais”, conclui.

*Por Rafael Henrique

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.